Home Blog 6 dicas para implementar um ERP nas unidades franqueadas

6 dicas para implementar um ERP nas unidades franqueadas

31 mai 2019

Implementar um ERP nas suas franquias não é tão complicado como parece! Confira um passo a passo para levar a ferramenta para as unidades de forma simples e prática

Uma gestão moderna, organizada e eficiente é um dos grandes segredos das empresas de sucesso. Um dos melhores caminhos para alcançar essa excelência na gestão é investir em ferramentas que melhoram a performance e facilitam a administração. O ERP é uma das melhores opções, nesse sentido. 

O Solutto é um ERP que integra e automatiza tarefas de vários departamentos, como finanças, estoque e atendimento. Como resultado, o dia a dia do negócio se torna mais ágil, organizado, econômico e produtivo.  

No franchising, entretanto, não basta implementar o instrumento apenas na franqueadora. O ideal é que todas as franquias contem com um bom ERP para garantir que a rede tenha o mesmo modelo de gestão e possa crescer de forma consistente. É por isso que os módulos do Solutto foram desenvolvidos para beneficiar tanto a franqueadora quanto o franqueado.

A seguir, veremos como implementar o ERP Solutto nas unidades franqueadas. 

Faça um diagnóstico dos processos

Um dos princípios do ERP é agilizar tarefas e tornar processos mais simples e eficazes. Mas, para que isso aconteça você precisa, primeiro, mapear todas as ações que seus franqueados desempenham. 

Com esse levantamento, será mais fácil identificar que pontos podem ser automatizados, melhorados ou até mesmo excluídos para melhorar a performance da operação.

Redesenhe e otimize

Sabendo como funciona o dia a dia de suas franquias hoje, o próximo passo é redesenhar os processos já considerando a utilização do ERP. 

Por exemplo, vamos imaginar que hoje um funcionário precisa identificar e tabelar manualmente clientes inadimplentes. Depois disso, ele calcula juros, emite um boleto e liga insistentemente para o consumidor que deixou de pagar. 

Com o ERP, todo esse processo pode ser automatizado. É possível programar o sistema para identificar pagamentos não recebidos, calcular o valor com juros e enviar cobranças. 

Como esse procedimento será redesenhado e automatizado, não estará mais nas mãos dos colaboradores, e eles podem ser orientados a se focar em ações mais importantes e produtivas. 

É interessante fazer o exercício de repensar como serão os processos depois da implementação do ERP e como os profissionais vão trabalhar agora que terão auxílio da ferramenta. 

Crie um plano de ação

Dependendo do tamanho da sua rede, é possível que a transição tenha que ser feita gradualmente. 

Pensando nisso, crie um plano de ação detalhando todas as tarefas que devem ser feitas, em que ordem as unidades serão atualizadas, quem vai acompanhar a implantação e quais os prazos para execução de cada fase. 

Comunique a mudança 

Os franqueados devem estar cientes de que a rede vai adotar um novo sistema para unificar a gestão e melhorar o desempenho das unidades com alguma antecedência. 
É importante que eles conheçam as vantagens do ERP, quais mudanças serão feitas e como elas devem impactar o dia a dia do negócio. 

Também vale a pena apresentar os resultados que são esperados depois da implementação, tanto no que diz respeito à redução de custos e incremento da receita, quanto na simplificação dos processos e aumento da produtividade. 

Treine os franqueados 

Os franqueados e seus colaboradores também devem receber treinamentos para conhecer e aprender a operar o novo sistema. 

Nessa fase, observando as dificuldades e os comentários dos franqueados, você pode perceber que alguns processos precisam ser ajustados porque o que foi estabelecido na teoria não funciona tão bem na prática. 

Não tenha medo de fazer pequenas mudanças se elas tornarem os processos mais simples e intuitivos para quem vai executá-los. Afinal, esse é o objetivo de um bom ERP! 

Monitore e reforce

Mesmo depois de concluir o treinamento, é importante monitorar a relação das franquias com o ERP para garantir que o novo sistema está se provando eficiente e verificar se os colabores estão operando a ferramenta corretamente. 

Se notar dificuldades ou falhas na interação com o ERP, é interessante promover reciclagens e reforçar alguns conceitos transmitidos no treinamento. 

Caso esteja utilizando o Solutto como seu ERP para franquias, você também pode contar com suporte em caso de dúvidas ou problemas relacionados à operação dos módulos. 

Clique aqui e confira os planos do Solutto para sua franquia.


Deixe um comentário

Comentários


Seja o primeiro a comentar.