SOFTWARES ESPECIALIZADOS EM FRANQUIAS
4
SET
2012

TVs com imagem em 4K prometem ser a nova revolução na TV brasileira

O fundador da WebSoftware, Erick Vils, comenta sobre a influência dessa nova tecnologia no mercado audiovisual, através da matéria que entrou no jornal O Fluminense


Websoftware-set.jpg

A transmissão desta tecnologia deve ser adotada no Brasil para a Copa de 2014, mas sua inserção no mercado nacional deve ocorrer durante as Olimpíadas de 2016

 

A primeira grande evolução da televisão veio junto com a cor, na década de 50, alguns poucos anos após o lançamento do primeiro modelo, ainda em preto e branco. Após isso, levou quase meio século para que a TV voltasse a mudar e trazer alguma novidade para o mercado que fosse realmente significante. Também ligado às cores, veio o plasma, o LCD e, mais atualmente, o LED, contudo, como tudo na tecnologia, a qualidade de imagem das nossas eternas companheiras do dia a dia está prestes a evoluir novamente. Um padrão já em desenvolvimento e que deve ser adotado no Brasil para a Copa de 2014 são as transmissões em 4K. 

O número que acompanha o nome da definição tem um porquê: o 4K é até quatro vezes mais nítido que a imagem Full HD, que possui 1.920 por 1.080p.  

“A principal vantagem é para os produtores de vídeos, que poderão aposentar definitivamente as películas”, revela o fundador da WebSoftware, Erick Vils.

Segundo ele, o que está ocorrendo no mercado é o amadurecimento natural do setor de audiovisual. O mesmo processo já aconteceu no mercado profissional de fotografia, com a chegada dos equipamentos digitais.  

“As máquinas profissionais já dominaram e convenceram até os fotógrafos mais conservadores. Na produção de vídeos profissionais não será diferente e as películas deixarão de ser a forma de captação utilizada nas produções mais profissionais”, diz.

 Ainda não existe uma banda e nem codecs firmados para a transmissão da tecnologia 4K no Brasil, contudo, alguns aparelhos devem começar a chegar no país a partir do segundo semestre de 2013. No último dia 21, empresas do setor de telecomunicações se encontraram no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, para discutirem, entre outros temas, o 4K. Uma das metas da indústria é que as primeiras transmissões comecem com a Copa do Mundo que acontece no Brasil, daqui a dois anos, e que já seja inserida no país durante as Olimpíadas de 2016.

A espera é uma opção válida até mesmo para o bolso, já que os primeiros televisores que estão chegando ao mercado possuem preços que variam de R$ 30 mil a R$ 40 mil. 

“Para a maioria dos consumidores ainda não há necessidade de ter uma TV 4k, principalmente pelo mais físico dos limitadores: a sua sala. Não é o mercado de eletrônicos que deve ditar o tamanho das TVs a serem vendidas, mas, sim, a distência entre o seu sofá e a TV”, explica Eric. 

A maioria do público que ama grandes produções em alta resolução pode ter o primeiro contato com o 4K em breve. É que o prelúdio de O Senhor dos Anéis, o longa O Hobbit foi filmado a 48 quadros por segundo, diferente dos 24 rodados normalmente. 

 


O FLUMINENSE





Compartilhar


21 3005-0017 / 11 2626-7134
Facebook   twitter
Copyright 2000 - 2017