Home Blog Como reduzir a inadimplência da sua rede de franquias
Como reduzir a inadimplência da sua rede de franquias
16 mar 2018

Confira dicas práticas para prevenir ou diminuir a incidência de franqueados inadimplentes

A inadimplência certamente é um dos maiores problemas financeiros que uma franqueadora pode ter, principalmente quando se trata de taxas mensais, como os royalties, que compõem uma boa parte do faturamento das redes de franquias. 

Por conta disso, ter franqueados inadimplentes pode prejudicar seriamente o caixa da franquia, o que é algo extremamente prejudicial para a saúde financeira de todo o negócio e pode colocar sua marca em risco. 

Mas, antes de condenar o franqueado, é importante que o franqueador saiba que existem vários motivos para a inadimplência e muitos deles podem ser evitados ou contornados com algumas atitudes da própria rede. 

Vamos ver, a seguir, algumas dicas para prevenir ou diminuir a incidência de franqueados inadimplentes e entender como isso pode melhorar o quadro financeiro da sua rede

Seja claro com o fornecedor sobre as finanças 

Esse certamente é um dos primeiros e mais importantes passos para quem quer evitar a inadimplência. Para diminuir as chances de o franqueado deixar de honrar seus pagamentos, o ideal é manter uma comunicação transparente desde a negociação.

Mesmo antes de fechar o contrato, informe para o empreendedor quais são as práticas de cobrança da sua rede, como os valores são cobrados, a que se destinam e como os pagamentos devem ser feitos.

Garanta também que ele saiba que seus resultados financeiros serão monitorados de perto, e que isso faz parte da prática do negócio. 

A maioria dos inadimplentes atrasa ou deixa de pagar as taxas da franquia por problemas no seu faturamento. Pensando nisso, se a marca acompanha os números de cada unidade será possível identificar ou até mesmo prever momentos de instabilidade financeira e oferecer suporte antes que o franqueado se veja em uma crise financeira. 

Observe os sinais 

Além de não estar faturando tanto quando o esperado, a inadimplência também pode ser o resultado de uma má gestão financeira e isso pode ser observado pela franqueadora. 

Na maioria das vezes, um franqueado que sempre fez seus pagamentos corretamente não se torna um inadimplente da noite para o dia. Primeiro ele pode deixar de fazer o pagamento de um boleto e gerar um segundo com atraso, no mês seguinte talvez peça um prazo maior para pagar os royalties, no próximo mês pode ser que queira um desconto na taxa de publicidade, até que ele finalmente deixa de pagar. 

Essas situações, que normalmente se arrastam por alguns meses, demonstram que há algo de errado com a franquia. E se, observando o faturamento da unidade, se perceber que o problema não é a receita, pode ser que o foco esteja na forma com o franqueado está administrando o dinheiro.

Quando isso acontece, o ideal é ter uma conversa franca com o investidor e tentar entender em que ponto a sua gestão está impactando o fluxo do negócio. Entendo o problema, fica mais fácil orientar corretamente o empreendedor e evitar uma situação de inadimplência na franquia. 

Evite as exceções 

Quando se trata dos compromissos entre franqueador e franqueado, é muito importante evitar exceções. 

Por exemplo, se sua rede cobra mora de 3% por dia de atraso no pagamento do fundo de propaganda, não é recomendado permitir que uma unidade pague depois da data limite sem que haja inclusão da multa. 

Abrir esse tipo de possibilidade cria uma imagem de flexibilidade que pode não ser positiva para sua franquia e fazer o franqueado pensar que não haverá consequência se ele atrasar alguns dias. 

Em caso de atraso, demonstre que sua rede está ciente de que o pagamento não foi efetuado e faça a cobrança até que o acerto seja feito. 

Crie condições especiais pagamentos em dia

Outra boa tática para incentivar o pagamento pontual, é criar condições especiais. 
A franqueadora pode fazer uma seleção das franquias que se mantiveram em dia e oferecer descontos na renovação do contrato, facilidades para as compras de insumos, bonificações em produtos e outras facilidades. 

Essa é uma forma eficiente de demonstrar que a rede valoriza a pontualidade nos pagamentos e que os franqueados mais organizados financeiramente têm mais chances de prosperar com o negócio. 

Tenha um bom sistema de gestão de cobrança

Fazer o monitoramento das receitas das franquias, calcular as taxas e encaminhar as cobranças pode ser um processo bastante trabalhoso, e para melhorar esse procedimento o ideal é automatizá-lo. 

O Solutto tem um módulo específico para gestão de cobrança automatizada que permite que o franqueador acompanhe os resultados da rede em tempo real, faz os cálculos de taxas como royalties e fundo de publicidade de acordo com os parâmetros da franquia e notifica os franqueados sobre a emissão da fatura. 

Quando fazem o pagamento, o sistema do Solutto também atualiza automaticamente o fluxo financeiro da empresa, e quando não identifica os pagamentos, o recurso também se encarrega de fazer a cobrança por SMS e e-mail por até cinco semanas. 

Com um controle firme como o que o Solutto oferece, as chances dos clientes se manterem inadimplentes diminuem consideravelmente.


Deixe um comentário

Comentários


Seja o primeiro a comentar.