SOFTWARES ESPECIALIZADOS EM FRANQUIAS
24
NOV
2011
Revista Gestão & Negócios entrevista WebSoftware sobre terceirização em TI
Dependendo da atividade da empresa, alguns serviços podem ser facilmente terceirizados, mas outros, nem tanto, explica Erick Vils da WebSoftware.

O diretor da WebSoftware, Erick Vils, explica que o departamento de TI é algo muito mais amplo e já possui suas subdivisões e especializações. Dependendo da atividade da empresa, alguns serviços poderão ser facilmente terceirizados e controlados, mas outros, nem tanto. Manter o foco no setor de atuação é fundamental para ser competitivo e ágil, sendo este o principal motivo de terceirizar.

"Quando o projeto é pontual e com escopo bem delimitado e de fácil controle, a terceirização pode ser um bom caminho. Nos casos de contratação de serviços muito especializados e caros, ela também pode ser uma opção. Desde que observados alguns aspectos", assegura.

Ele destaca alguns pontos como a criteriosa definição dos objetivos a serem alcançados com a terceirização e o retorno que esse serviço trará à empresa. Além disso é preciso pontuar o contrato de nível de serviço, para os casos de serviços recorrentes - como hospedagem ou suporte 24h -, definir quem será o ponto de controle dentra da sua empresa para cobrar e acompanhar o fornecedor e também buscar referências desse fornecedor com outros clientes já atendidos por ele.

A ACEITAÇÃO DO MERCADO

O diretor da Websoftware relata que cada dia mais serviços surgem na modalidade terceirizada. Anteriormente, o fornecedor de TI era contratado e gerenciado pela área na própria empresa. Agora, a terceirização completa já é uma realidade e o grande boom do mercado.
É o caso da modalidade SaaS (Software as a Service - Software como serviço), em que os departamentos das empresas fazem contratos diretamente com os fornecedores de softwares que, por um valor mensal, cuidam de tudo para ele funcionar, como a hospedagem, manutenção e back up.
Vils cita ainda os serviços de segurança da informação e back up. A maioria das empresas não possui demanda para um profissional exclusivo e contratar o serviço terceirizado e especializado pode sair por menos de 15% do valor. A hospedagem de servidores é outro exemplo, tentar fazer dentro de casa pode sair até 30 vezes mais caro e ainda ter um serviço de pior qualidade e maior risco.
"Em nosso mercado, por exemplo, comercializamos softwares como serviço e alguns possuem mensalidade na faixa de R$390,00. Esse mesmo serviço, se fosse executado pela área de TI das empresas, internamente, poderia chegar a um custo mensal superior a R$12 mil. O segredo está no compartilhamento de recursos, pois nossos profissionais de segurança, monitoramento, back up, programadores, testadores e projetistas são compartilhados com os milhares de clientes que possuímos", revela.









Compartilhar


21 3005-0017 / 11 2626-7134
Facebook   twitter
Copyright 2000 - 2017